This website uses technical and assimilated cookies as well as user-profiling third party cookies in a grouped format to simplify online navigation and to protect the use of services. To find out more or to refuse consent to the use of one or any of the cookies, click here. Closing this banner, browsing this page or clicking on anything will be taken as consent to the use of cookies.

Close

Notícias

Mensagem do Grão Mestre da Ordem de Malta

23/03/2020 


Caros Confrades e Confreiras, queridos profissionais, voluntários da Ordem de Malta em todo o mundo,

Neste momento sem precedentes, que une mais de 150 nações em todo o mundo, enfrentando os mesmos desafios graves, a minha mais profunda gratidão é dirigida às Associações da Ordem de Malta, aos voluntários e aos corpos de socorro que têm contribuído para apoiar os sistemas nacionais de saúde em vários países afectados pela pandemia de Covid-19. As nossas equipes de médicos e voluntários estão a prestar assistência a idosos que são forçados a ficar em quarentena em casa, fornecendo regularmente alimentos e medicamentos, e as equipes de saúde são destacadas para administrar testes à população e gerir algumas unidades médicas móveis equipadas para lidar com o problema do vírus, seguindo rigorosamente as directrizes sanitárias. A sua dedicação incansável é testemunho da mensagem e Fé Cristã subjacentes a todas as actividades caritativas da Ordem de Malta.

Desejo expressar também a minha mais profunda gratidão a todos os profissionais médicos que – desde o início desta pandemia – trabalham sem parar para ajudar as pessoas afectadas por esta doença.

Todos os dias lemos as notícias angustiantes sobre o estado das pessoas hospitalizadas, muitas em cuidados intensivos, algumas em isolamento. Devemos orar pelos doentes que, experimentando isolamento, sofrem mais essa solidão. Os nossos pensamentos também estão voltados para as suas famílias: ser impedido de assistir ou até mesmo de se despedir dos seus entes queridos é uma dor que ninguém deve suportar, e desejo expressar o meu afecto a todas as pessoas que vivem essa terrível condição. A eles e a todos os médicos, enfermeiras e profissionais de saúde, as minhas orações e a minha gratidão total e sincera.

Com profundo pesar, decidiu-se cancelar a 62ª Peregrinação Internacional da Ordem de Malta a Lourdes, um dos momentos mais significativos da vida dos membros e voluntários da Ordem de Malta. Essa decisão foi muito dolorosa.

Dado o agravamento da situação em França, pela primeira vez em mais de 160 anos, o santuário mariano de Nossa Senhora de Lourdes foi fechado ao público. Espero que muitos membros e voluntários possam reunir-se para a peregrinação à Terra Santa programada para Novembro próximo, por ocasião do 900º aniversário da morte do Beato Gerardo, nosso fundador, confiando que o mundo terá até então virado esta página dramática na história.

Com os seus mais de 900 anos de tradição hospitalária na ajuda aos pobres e aos doentes, a Ordem de Malta permanece próxima dos necessitados e daqueles que sofrem neste momento terrível e continuará a chegar junto de quem estiver necessitado. Gostaria de recordar as palavras do Papa Francisco há apenas alguns dias: “Unidos a Cristo, nunca estamos sozinhos”, e renovo o apelo do Pontífice pedindo a todos que “orem pelos idosos que sofrem, particularmente aqueles em solidão interior”.

Desejo a todos uma abençoada Quaresma,

Fra Giacomo Dalla Torre del Templo di Sanguinetto

Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana Militar de S. João de Jerusalém, de Rodes e de Malta

Igreja de Sta. Luzia e S. Brás, Lg. Santa Luzia - 1100-487 LISBOA – PORTUGAL

Email: ordemdemalta@gmail.com Tel.: +351 215 873 567