This website uses technical and assimilated cookies as well as user-profiling third party cookies in a grouped format to simplify online navigation and to protect the use of services. To find out more or to refuse consent to the use of one or any of the cookies, click here. Closing this banner, browsing this page or clicking on anything will be taken as consent to the use of cookies.

Close

Notícias

Intervenção do Grande Chanceler na Assembleia Geral da ONU

03/10/2020 


A 75ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas iniciou-se a 15 de Setembro sob o tema “O futuro que queremos, as Nações Unidas que precisamos: reafirmando o nosso compromisso colectivo com o multilateralismo – enfrentando a Covid-19 através de uma acção multilateral eficaz”. Nesta reunião – que este ano decorreu principalmente em formato online devido às restrições da pandemia Covid-19 – os líderes mundiais fizeram os seus discursos virtualmente. A Ordem de Malta como estado soberano e com assento permanente na ONU foi representada nesta Assembleia Geral pelo Grande-Chanceler da Ordem Soberana de Malta, Albrecht Boeselager. Na sua intervenção, o Grande-Chanceler, abordou o tema central da reunião de alto nível deste ano afirmando que: “O multilateralismo consolidou a protecção de todas as pessoas, a dignidade humana e a liberdade de religião”. No entanto, o Grande Chanceler alertou para o risco de um retorno à lógica do poder, do nacionalismo e do populismo prevalecer sobre a lógica do diálogo. “Hoje mais do que nunca – explicou – todo homem de boa vontade deve erguer a voz para garantir os direitos de todas as pessoas e de todas as minorias, o respeito pela dignidade humana, a cooperação internacional e a solidariedade”.

O Grande-Chanceler ilustrou então a missão da Ordem de Malta, com a sua presença global e os seus programas de longa duração para ajudar os necessitados e mais vulneráveis neste momento particularmente difícil. “As unidades de saúde da Ordem de Malta estão envolvidas na frente de combate à Covid-19 desde que a emergência começou na primavera passada. Oferecemos equipamentos médicos e medicamentos para hospitais e clínicas, equipamentos de protecção para médicos e enfermeiras. Em muitos países do mundo, estamos a trabalhar para diminuir os efeitos sociais e económicos negativos sobre as camadas mais fracas da população ”. O Grande Chanceler também mencionou o projeto “Doctor to Doctor”, uma série de encontros online organizados pela Ordem para conectar médicos e autoridades de saúde de diferentes países com o objectivo de promover o intercâmbio sobre as últimas descobertas médicas no tratamento de pacientes com Covid-19.

Relativamente ao desenvolvimento e distribuição equitativa de uma vacina Covid-19, Boeselager disse: “A Ordem de Malta compartilha e apoia firmemente as palavras do Papa Francisco e o apelo lançado em Março passado pelo Presidente alemão Steinmeier e quatro outros Chefes de Estado. Acreditamos que uma distribuição justa, ampla e rápida da vacina em todo o mundo não é apenas ética, mas essencial do ponto de vista científico para conter as possíveis próximas ondas da pandemia”.

Esta é a primeira Assembleia Geral das Nações Unidas organizada remotamente na história da ONU. Como observou o Secretário-Geral Antonio Guterres, a Assembleia Geral é um “debate popular que promete ser a maior e mais abrangente conversa global sobre a construção do futuro que desejamos”.

Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana Militar de S. João de Jerusalém, de Rodes e de Malta

Igreja de Sta. Luzia e S. Brás, Lg. Santa Luzia - 1100-487 LISBOA – PORTUGAL

Email: ordemdemalta@gmail.com Tel.: +351 215 873 567